POLÍTICA: Aproximação dos grupos do deputado estadual Zito e do ex-prefeito Biné Figueiredo e seu filho, o ex-deputado e atual vice-prefeito de Codó Camilo Figueiredo poderá resultar na maior aliança política do interior do Maranhão

A política é muito dinâmica tanto a nível nacional, estadual e também municipal. Significa dizer que grupos adversários com o tempo possam se unir e formarem suas alianças. A realidade de um município também pode mudar de um tempo para outro, e,  isso é um dos motivos que levam grupos políticos adversários históricos a se aproximar um do outro.

O diálogo é sempre bem vindo em todos os aspectos. Na política não poderia ser diferente. Quem é codoense viu por muito tempo as Famílias Figueiredo e Archer em palanques  opostos e finalmente se aliarem politicamente. É notória a expressão eleitoral do deputado Zito e também do ex-prefeito Biné Figueiredo e do seu filho, o ex-deputado e atual vice-prefeito de Codó, Camilo Figueiredo.

É incontestável a afirmação de que Os Figueiredo foram os responsáveis pela eleição de Zé Francisco. Quem faz parte do grupo sabe muito bem que Zé Francisco fez um acordo político com Camilo e Biné para que os Figueiredo apresentassem o candidato a deputado estadual do grupo.

O compromisso não foi cumprido. Zé Francisco criou um gabinete paralelo para o seu filho Pedro Neres se promover a qualquer custo, mesmo praticando indícios de abuso de poder econômico e campanha eleitoral fora de época. Mesmo assim, o filho de Zé Francisco não alcança 2 dígitos nas mais recentes pesquisas de opinião pública.

Não ultrapassa a casa dos 4% na preferência popular. As pesquisas para deputado estadual realizadas em Codó apontam o favoritismo de Francisco Nagib e Camilo Figueiredo na disputa por vaga na Assembleia Legislativa do Maranhão.

Biné já foi à TV e anunciou o rompimento político com o seu “afilhado” Zé Francisco e expôs os motivos. Recentemente uma fotografia com lideranças políticas dos grupos de Zito, Camilo e Biné foi divulgada em grupos de WhatsApp. A maior aliança política do interior do Maranhão poderá se formar.

Deixe um comentário